Vim Editor

Editor vim: Use sem moderação.

Opaaaaa, tudo bem aí pessoal? Hoje o artigo é sobre vim, todo mundo tá cansado de saber que esse editor é de extrema importância no dia a dia, seja para um Dev, Syadmin, DevOps Engineer… Meu propósito aqui hoje é descomplicar o uso do vim, mostrando alguns dos principais comandos mais usados no dia a dia.

VIM History.
  • O que vamos aprender com esse artigo?

- O que é vim?
- Modos de operação;
- Principais comandos;
- vim hands on: editar e salvar um arquivo;
- Conclusão.

  • O que é vim?

O vim é um dos editores de texto de linha de comando mais populares e você o encontrará instalado em qualquer distribuição Linux padrão. É por isso que aprender o básico do vim o ajudará muito. Veja a documentação do VIM.

Vale reforçar que hoje em dia é muito utilizado um vi melhorado, cujo nome é vim, o vi acaba sendo um link para o vim. O vim tem mais recursos, tais como, extensão de comandos, descomplica a leitura e facilita a navegação pelo arquivo de configuração.

Para verificar a versão:

$ vi --version
VIM - Vi IMproved 8.1 (2018 May 18, compiled Jun 07 2019 11:42:36)
Correções incluídas: 1-320
Modificado por team+vim@tracker.debian.org
Compilado por team+vim@tracker.debian.org
$ apt install vim (comando para instalar o VIM no Ubuntu).
  • Modos de operação.

— Navegação (modo navegação, não edita nada)
— Inserção (modo inserção, apertar a tecla i, inserir conteúdo)
— Comando (modo de comandos, sair, salvar, x,w,ZZ,w,q,q!)

  • Principais comandos.

#Pesquisa

/ (procura por uma palavra no texto, de cima para baixo)
n (próxima ocorrência encontrada)
N (procura do fim para o começo)
? (procura do ponto para cima, para o começo do arquivo)

#h,j,k,l

h (move o carácter para trás, esquerda)
j (desce para a próxima linha)
k (sobe uma linha, para cima)
l (próximo carácter seguinte, avança)

#i, o, a

i (insere conteúdo no local da barra, habilita o modo de inserção)
o (insere na linha abaixo do cursor)
O (insere na linha de cima do cursor)
a (modo de inserção, após o cursor)
A (modo de inserção, insere no final da linha)

#c, d, p, y, dd, yy

cc (recorta e entra em modo de edição)
p (cola o conteúdo, cola a linha)
dd (recorta mas não entra em modo de edição)
p (cola na linha)
d3d (recorta 3 linhas seguidas)
yy (copia a linha inteira)
y3y (copia 3 linhas)

#ZZ, :w!, :q!

:w (salva o arquivo)
:q (sai do arquivo sem salvar)
:q! (força a saída sem salvar)
:wq (salva e sai do arquivo)
:x (sai e salva)
:wq! (força a saída salvando, ! serve para forçar)
ZZ (sai e salva o arquivo)

Eu trabalho com vim, e um comando que uso sempre no dia a dia, é o split. Com o split é possível dividir a tela em duas partes, as vezes estou trabalhando em um script e preciso olhar um arquivo de configuração e isso facilita muito. Veja abaixo um exemplo com dois arquivos de configuração.

Para usar é só abrir um arquivo com vim e digitar :split e o nome do arquivo ou script que deseja abrir.

Exemplo do comando split do VIM.
  • Vim hands on: Editar e salvar um arquivo.

Nesta parte irei demonstrar de forma prática o uso básico do vim. Vamos nessa, “sensacional”, abra seu terminal do Linux (ctrl+alt+t) e navegue por uma pasta qualquer, pode ser o /home do seu usuário, eu vou usar o meu usuário $ cd /home/amaury
Para criar um arquivo com vim, basta você escolher um nome, eu vou chamar de aula_vim.txt $ vim aula_vim.txt

Feito isso, vai abrir um arquivo vazio, agora você aperta a tecla i, (modo de inserção). Escreva a seguinte frase como mostra a tela:

Terminal do Linux

O que fizemos foi criar um arquivo do zero com nome aula_vim.txt, editamos ele e agora para fechar, vamos salvar esse arquivo. Para salvar o arquivo, você precisa sair do (modo de inserção) e voltar para o (modo de comando). Para fazer isso basta apertar a tecla Esc e depois digitar :wq (salva e sai do arquivo). “Fácil como voar, né”.

  • Conclusão.

Na parte final gostaria deixar um cheat sheet indicado pelo professor de Linux Ricardo Prudenciatto da Udemy. O link é esse: VIM Help Sheet.

Outra dica legal é verificar seu arquivo .vim.rc que é o arquivo de configuração do vim, abaixo tem duas dicas de modelo de configuração, mas você pode customizar da sua forma.

vimrc
vimrc

Espero que tenham gostado e que façam USO dessa ótima ferramenta de edição. 😉 #VAIIII

Senior Linux Administrator at IBM

Senior Linux Administrator at IBM